Posts

É tempo de reflexão, penitência, oração

Quem me conhece sabe que sou católica e a maioria dos católicos tem um grande defeito: não sabem exercer sua crença. Eu sei, dói ler isso. Dói em mim também.

Acontece que hoje começa a quaresma e acordei pensando na minha conduta como ser humano, cristã e das merdas que andei fazendo durante toda a minha vida. A gente vive pensando só na gente e nos “nossos”. Nossos problemas, nossas tarefas, nossos compromissos. Mas e a nossa missão? Pra quê eu vim a este mundo?

Nesta quaresma eu estou disposta a procurar onde está o motivo da minha existência, pois a quaresma são 40 dias para se encontrar com Deus, estar em oração, praticar a caridade. Dizem que você precisa de um certo tempo praticando para adquirir um certo hábito, correto? A quaresma, para mim, é isso. 40 dias para adquirir o hábito de viver sem exageros, de lembrar de rezar todos os dias, de não reclamar dos caminhos da vida, dos planos que não dão certo. De não murmurar, de procurar estar em paz consigo e com os outros e, quem sabe, depois destes quarenta dias, na páscoa, seremos um ser humano novo.